O Jantar…

O Jantar…

Se não tivesse sido as minhas palavras ditas ao “acaso”, Jean teria levado aquilo como uma piada mórbida. Pude notar a reação dele quando o mesmo abraçava o corpo desesperançado e com a mente girando mais do que tudo. Com calma comecei a explicar ao Jean o que Thorn...
O Parecer…

O Parecer…

Jean havia saído de perto. Tinha ido à diretoria para dizer que precisaríamos do material para estudar com mais calma o conteúdo e pesquisar a fundo o que estava acontecendo na biblioteca do museu. Thorn cruzava os braços depois que recolhemos o material e parecia...
Thorn…

Thorn…

Enquanto esperávamos a cavalaria, Jean não conseguia parar de andar de um lado para o outro. Maldições eram rogadas no entoar de suas palavras e eu apenas escutava tais maldições. Aquele historiador já deveria estar com uma lista enorme de maldições em suas costas....
A Biblioteca…

A Biblioteca…

Era um mundo dentro de outro mundo. Poucas pessoas tinha idéia daquele mundo existente dentro do museu. Havia a biblioteca da Universidade de Nova Orleans e havia a Biblioteca do museu da Universidade de Nova Orleans. Tratadaos históricos que tratavam da construção...
O Museu…

O Museu…

O Clima estava um pouco tenso, dava para se sentir no ar. Jean notava pelo meu olhar que eu não tinha ficado contente ao saber que ele tinha tido problemas. Tentava me alegrar de qualquer forma. Tentava me fazer esquecer sobre o assunto. Ainda tínhamos muito a...
Calmaria…

Calmaria…

Jean e eu continuamos a nossa pesquisa sobre o caso Cain. Precisávamos encontrar indícios de como a Família se envolveu com aquele demônio que possuía o requinte de crueldade que Cain teve com Abel. Foram horas de pesquisas na Internet, Artigos de jornais, livros...