Angústia

Angústia

O coração bate acelerado nesses momentos em que a mente não para. Malditos sejam as frases batendo como um pêndulo de sino. – Você não tem dinheiro! Dong! É o primeiro badalar daquela voz sibilada que só aperta o peito, mantendo meus olhos vazios e distantes e...
Os Vários Dias em que Amei

Os Vários Dias em que Amei

Eu não sabia bem se prestava atenção no seu sorriso ou em seus olhos. Suas palavras escapavam e eu apenas dizia sim, não há problema algum. Você então me entregava seus cadernos, dava mais um sorriso, piscava um de seus olhos e combinava de me encontrar no dia...
Kalyan

Kalyan

Cabelos castanhos, olhos amendoados, rápida e serelepe, bailou ao ar. Seu toque suave nas folhas se fez, deixando-as douradas, avermelhadas e amarronzadas. Riu e se divertiu a bailar pelo ar, com olhos peraltas ficou a observar. As asas alongadas, transparentes não...
Libriando Librianamente

Libriando Librianamente

Tempo desconexo frio sem sentido. Vejo discursos sem nexo acalorados com sentido. A balança pende geminianamente junto aos piscianos. Mas, que sentido faz Sem nexo, com nexo, desconexo com sexo? É só pensar levianamente despudoradamente que chega a ter algum sentido....
Os dois lados da moeda

Os dois lados da moeda

Sempre pondero sobre os dois lados da moeda e ao confabular sobre as coisas que vejo acontecer, pergunto-me se devo ficar triste, alegre ou extremamente revoltada. Minha mente fica inquieta balanceando o peso e o contra-peso das verdades que podem ser cruéis,...
Libriando Librianamente

Autossabotagem

Estou me tornando um monstro. Percebo isso quando o estrago já está feito e sei que me torno um monstro pior nas vãs tentativas em achar um meio de me desculpar com todas as pessoas magoadas pelo meu jeito traiçoeiro de apunhalá-las quando elas mais esperam um apoio...